sns-container
SNS-Print

Governo aprova medidas que entram em vigor no dia 1 de maio.

Estão reunidas as condições para “dar o passo em frente” para a próxima etapa do desconfinamento, observou o Primeiro-Ministro na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, que aprovou hoje as medidas que entrarão em vigor já no sábado, dia 1 de maio.

“Hoje, fazendo a avaliação da pandemia, pudemos tomar a decisão de dar o passo em frente para a próxima etapa do desconfinamento”, anunciou António Costa.

O chefe do executivo explicou que o país se mantém “no quadrante verde” da matriz de risco.

De acordo com o plano de desconfinamento estabelecido pelo Governo, está previsto que os restaurantes, cafés e pastelarias possam funcionar sem restrição de horários, com um máximo de seis pessoas nas mesas no interior dos estabelecimentos e de 10 nas esplanadas.

A partir de segunda-feira retomam, também, todas as modalidades desportivas, bem como a possibilidade de atividade física ao ar livre e ginásios.

De acordo com o plano, os grandes eventos exteriores e eventos interiores vão funcionar com diminuição de lotação, e os casamentos e batizados podem realizar-se com 50% de lotação.

O plano de desconfinamento prevê quatro fases de reabertura – três já avançaram em 15 de março, 5 e 19 de abril . A quarta e última fase já vai vigorar fora do período do estado de emergência que não será prolongado, por decisão do Presidente da República.

Para saber mais consulte:

Covid-19 > Controlar a pandemia 29 de abril

Voltar

Últimas Notícias

Agendamento para quem já foi infetado previsto para breve
17/05/2021
Data assinala-se hoje e visa lembrar a importância da prevenção.
17/05/2021
Hospital lança campanha de sensibilização.
17/05/2021